A Vida o Universo e Tudo Mais #6 – Projetos vs Tempo

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Saudações nerds! Aqui quem fala é o Douglas Quadros, e hoje novamente vou falar sobre uma paixão, mas, diferente das outras, esta pode ser uma paixão perigosa. E se não tomar o devido cuidado, pode tornar-se um pesadelo. Os Projetos!

Já falei anteriormente que estou cursando Design, porém, não disse que a ênfase do meu curso é Projeto de Produtos. Produto, segundo uma pesquisa rápida a wikipédia é: “um conjunto de atributos, tangíveis ou intangíveis, constituído através do processo de produção, para atendimento de necessidades reais ou simbólicas, e que pode ser negociado no mercado, mediante um determinado valor de troca, quando então se converte em mercadoria.”, ou seja, produto é basicamente qualquer coisa que foi criado para atender uma necessidade e vai ser trocado por algo, como dinheiro, por exemplo.

Mas eu não vim aqui falar sobre produto, hoje vou falar sobre Projetos e a minha relação de amor e ódio com eles. Também é uma explicação um pouco mais aprofundada sobre o porque eu escolhi este curso ao invés de algo que faço há muito tempo, que é programação, mas vai ficar para outra hora.

Meu primeiro projeto foi o site “Hordas Trôpegas”. Antes disso o mais perto que cheguei de criar algo foi “montando” sistemas de RPG, mas isso é outra história. O Hordas Trôpegas, ou Apocalipse Z, que foi o primeiro nome do site (abaixo vou deixar algumas imagens dessa velharia), começou comigo escrevendo o diário de alguns NPC’s que acompanhavam os jogadores da mesa que eu mestrava. Mas comecei a ter acessos, e pensei, por que não expandir e abraçar mais áreas da temática?

Então coloquei uma área de tirinhas e uma de notícias. Daí começaram a aparecer pessoas que se interessaram a escrever diários para o site. Estas mesmas pessoas depois pediram para escrever resenhas e assim o Hordas Trôpegas no meio da febre zumbi tornou-se um portal de conteúdo Zumbi.

Já contei esta história e como depois eu comecei o Cultura Nerd e Geek, mas o que pouca gente sabe é que, o Hordas Trôpegas tinha planos para ter uma Web Série, uma HQ e 2 livros. Cada um destes conteúdos foi estruturado e alguns até estão completos e agora tornaram-se projetos à parte.

Neste meio tempo, criei um outro site com temática de RPG que é o Movimento RPG, que até hoje está online, mas sem nenhum conteúdo.
Comecei uma HQ de heróis junto com alguns ilustradores e hoje estou envolvido em dois aplicativos e um sistema. Sem contar os concursos de Design e Startups que participei.

Já foi possível notar minha tendência em criar projetos e querer abraçar tudo, mas é aí que se torna maldição. Pois tem uma coisa que infelizmente temos pouco, que é o TEMPO. O meu problema é ter tudo isso criado, e tentar fazer tudo ao mesmo tempo. Infelizmente o dia só tem 24 horas e isso limita muito a minha produtividade.

Outra coisa que é possível notar é que todos estes projetos, a maioria, é a primeira vez que trago a público e tem um motivo para nunca terem visto a luz do dia. Um motivo que vai além do tempo. A minha falta de foco. Eu adoro criar, mas tenho problemas para ir até o final com algo. Porque simplesmente eu tenho outra ideia que parece ser melhor e eu pulo pra ela. É mais forte que eu.

Claro que alguns projetos desmotivam pela falta de grana. Não posso dizer que isso não é um impedimento. Por outro lado, a própria demora em finalizar acaba fazendo com que o produto torne-se ultrapassado.

A faculdade me ajudou muito a otimizar o tempo para criação, me apresentando ferramentas para trabalhar melhor. A utilização de softwares como o Trello e até mesmo a boa e velha agenda física me ajudaram muito a melhorar, mas ainda sou um projeto em desenvolvimento.

Futuramente vou começar a escrever algumas dicas que me ajudaram a melhorar, atualmente estou envolvido em apenas dez projetos, o que para alguns pode ser muito, para mim é um record. Todos estão correndo como deveriam, então está tudo de acordo.
Este foi só um post introdutório e de desabafo, mas em breve as dicas vão chegar.

Se você gostou do post e talvez também tenha alguma tática, método, ferramenta ou técnica de meditação que ajude com o problema, comenta aí embaixo! Até o mês que vem e tchauuuu!

Douglas Luis

Fundador do Hordas Trôpegas e do Portal Cultura Nerd e Geek, RPGista, escritor, programador e muitas outras coisas que podem ser abreviadas com NERD!

  • Darley Santos

    Muita calma nessa hora Sr. Host! Estará numa Highway sem fim desse jeito, homem de Deus! Acho bacana traçar tantos planos e projetos assim, mas tentar levá-los adiante todos de uma vez é uma prova de halterofilia que pode não dar em muita coisa. Coisa maravilhosa que acho é ir riscando do papel cada tarefa finalizada, suspirando de alívio e sorrindo de satisfação a cada projeto terminado! ^^

    • Pois é, tenho que me acalmar. hehe. Sobre essa parada de ir anotando eu faço isso também. E admito que as vezes eu roubo e vou lá e coloco na lista uma coisa que acabei de fazer só pra ter a satisfação de riscar. hauhauhhaua

      Obrigado pelo comentário amigo Darley.