Educação Digital: Conceito, Benefícios e Realidade

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Ola Leitor(a), como vai?
Para essa matéria algumas referências científicas foram levantadas, uma ampla pesquisa sobre o assunto foi realizada, para encontrarmos dentre inúmeros métodos e conceitos de aplicação na transição da educação convencional para a digital, e então encontrar uma que satisfaça com maior aceitação professores e alunos. Porém antes de falarmos sobre em que resultou está pesquisa, falaremos sobre o que é então a Educação Digital.

           Em um espectro amplo do termo podemos entender que toda educação que se baseia integralmente ou parcialmente em tecnologias digitais pode ser entendida como Educação Digital. O problema deste conceito é que ele limita ou cogita que, uma vez que tenhamos um modelo onde em tempo integral ou parcial, havendo então contato com conteúdos digitais, seria então essa educação digital; por definição isto não está errado, mas, é um limitador para aqueles professores, diretores, secretários de educação, etc. Pois dá a entender que o ato da conversão das normativas da educação convencional para a digital já seria o suficiente para avançar o mérito educacional.

           A professora Nuria Pons Vilardell Camas da Universidade Federal do Paraná (UFPR), relata em entrevista* que “O melhor resultado não virá pela tecnologia, mas pela compreensão do que se espera da educação”, “A tecnologia é parte, não é o todo”, completa;

Veja que aqui ela não se refere a uma tecnologia digital ou não digital, mais simplesmente tecnologia, o que podemos entender é que para que se tenha uma melhor educação devemos educar os educadores nas tecnologias possíveis a cada um, de maneira que eles possam estabelecer novos conceitos a partir do seu meio. Assim olhando para a Educação Digital podemos entender que ela é de fato digital quando aplicada não somente de forma mecânica, ou seja, a aplicação de lousa digital, tablets ou outras tecnologias, além das que irão surgi.

Mais estaria a educação Digital verdadeiramente aplicada quando olharmos para a sala de aula e o próprio ambiente nos transporte para um novo lugar, tal qual uma imersão com óculos de realidade virtual(VR), de maneira que quando o professor/aluno esteja neste ambiente ele se sinta participante daquele meio, o meio digital. Entendendo isto os responsáveis pela educação podem então tirar proveitos das tecnologias.

Quando bem ambientados alunos e professores iniciam com a educação digital um novo paradigma no aprendizado, pois essa educação além de ser mais fácil e dinâmica, é feita por meio comuns à ambos, não se limitando sequer a sala de aula; em um ambiente completamente digital, o aluno teria toda a matéria, exercícios de sala de aula e de casa a sua disposição, por exemplo em um dispositivo móvel, assim como também à disposição do professor na hora de corrigi-los. É possível até que o aluno faça uma prova e no ato de “entrega” da prova ele já saiba sua nota. Quando se está altamente envolvido com o mundo digital você passa a não mais decorar fórmulas ou trechos dos livros ou trechos da história, pois quando falamos desta nova educação os alunos estão tão envolvidos com todas estas questões e tendo um aprendizado tão mais rápido, que sobraria um tempo, por exemplo, para o professor possa aprofundar mais sobre os assuntos, parando de força então os alunos  decorarem parte de uma matéria, mais sim, entendam para que serve um formula e principalmente por que ela é como é, ou um fato histórico e tudo o que englobou aquele evento;

As vantagens são escalonadas e crescem com a mesma dedicação com que são implementadas e aceitas pelos professores/alunos;

           Há poucos anos atrás o entendimento sobre Educação Digital era limitado a colocar computadores em uma sala e se esperava que com isto os alunos tivessem maior interação com novas tecnologias e que por consequencia melhoraria a educação. Nos casos pesquisados o que se notou é que na sua maioria, foi que, em uma escola com acesso à internet o que acontecia eram práticas mais ligadas ao lazer, seja em jogos ou em aplicativos de sociais, nas outras escolas o uso era limitado a criação de textos de trabalho e slides. Verificou-se que as que tinham lousas digitais, às utilizavam como um novo meio de se passar slides, o que sem dúvida acelera a comunicação com os alunos, pois o professor não tem de escrever tudo no quadro para então iniciar sua explicação, porém a monotonia neste ato faz com que o aluno perca o interesse ou que no mínimo o recurso está sendo subutilizado; assim não é entregue pelo professor tudo o que aquela ferramenta pode ser dada;

Partindo desse principio na próxima matéria teremos aqui uma solução encontrada para educação digital, espero que tenha gostado e ate a próxima;

 

Quer saber mais?

Acesse:

http://portal.mec.gov.br/component/tags/tag/34765

 

Fontes:

*Novas tecnologias facilitam a aprendizagem escolar

http://www.brasil.gov.br/educacao/2014/07/novas-tecnologias-facilitam-aprendizagem-escolar

 

Tecnologias digitais na educação

https://static.scielo.org/scielobooks/6pdyn/pdf/sousa-9788578791247.pdf

 

Educação a distância na internet:
abordagens e contribuições
dos  ambientes  digitais  de  aprendizagem

http://www.scielo.br/pdf/ep/v29n2/a10v29n2

 

Inclusão digital e educação para a competência informacional: uma questão de ética e cidadania

www.scielo.br/pdf/%0D/ci/v34n1/a04v34n1.pdf

 

CURRÍCULO E WEB 2.0 ARGUMENTOS POSSÍVEIS A UMA DIFERENCIAÇÃO EM EDUCAÇÃO DIGITAL

https://revistas.pucsp.br/index.php/curriculum/article/view/3222

 

Educação digital no dia a dia dos alunos
Instituições de ensino da Capital fomentam visão crítica e segurança no uso da internet em aulas semanais

http://www.fecomercio.com.br/noticia/educacao-digital-no-dia-a-dia-dos-alunos

Saymon Pires

Desenvolvedor e Pesquisador. Ademais só o mesmo.