Fermata Podcast #27 – Playlist: Toda Forma de Amor

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Sejam bem vindos a mais um episódio do fermata onde o amor está no ar.
Isso mesmo! Amor de pai, amor de mãe, de amigo e de irmão e o que é o amor sem música?
Neste episódio o Leo Oliveira, a Thai Souza e o Leandro Pereira escolheram algumas músicas que lembram um amor na sua vida.
Com muita música boa e toda forma de amor pela família e amigos, o Fermata te incentiva a deixar nos comentários uma música que te lembre um amor.
Vem ouvir!

Tempo do Episódio: 01:35:39

Tema: Musica

Entrem no nosso Grupo no Telegram!

Feeds:

Padrim Divulgação

Links do Episódio:

– Playlist Indicações – Deezer  – Fabrício Cordeiro

– Podcast Ergo – Leandro Pereira

– Capa do Álbum Thick as a Brick

Andanças na podosfera:

– Boca do Lixo – Guardiões da Galaxia Vol. 2  – Thai Souza

– Curva de Rio 40 – Relacionamentos – Thai Souza

– A Currada 03 – Cíntia (Chá com Rapadura) – Thai Souza

Playlist no Spotify:

 

Músicas que você ouviu no episódio:

Lulu Santos – Toda Forma de Amor
Djavan – Samurai
Joe Cocker – With a little help from my friends
Cartola – Alvorada
Luiz Gonzaga – Asa Branca
Mr Big – To Be With You
Tom Petty – Free Fallin’
Os Mutantes – Ando Meio Desligado
Roupa Nova – Sapato Velho
Marina Lima – Fullgás
New Order – Regret
Jason Mraz – 93 Million Miles
Andrea Bocelli & Christina Aguilera – Somos Novios
The Lemonheads – Into Your Arms
Switchfoot – We Are One Tonight
The Beatles – Norwegian Wood (The Bird Has Flown)
Tulipa Ruiz – Efêmera
Celso Portiolli – Amizades Virtuais

 

Redes Sociais:

Facebook / Twitter / Spotify

Perfis do  Spotify:

Leo Oliveira / Thai Souza / Leandro Pereira

Perfis do Last.fm:

Leo Oliveira / Thai Souza

Playlists Pessoais:

O que a Thai anda ouvindo
O que o Leo anda ouvindo

 


E-mails: Mande suas críticas, elogios, sugestões e erros para fermatapodcast@gmail.com

Arquivo MP3 (clique com o botão direito e depois salvar link como, renomeie. E bom episódio!)


Participantes: Leo Oliveira, Thai SouzaLeandro Pereira em 05/07/2017

Edição: Léo Oliveira

Leo Oliveira

Músico, baixista, gamer e fã de quadrinhos, além de ser fanático por series e totalmente viciado em filmes. Fã de diretores como David Fincher e Quentin Tarantino, além de totalmente viciado no universo Star Wars e apaixonado pela Terra Media!

  • Vanei Anderson Heidemann

    Precisa lembrar uma pessoa só??? Não consigo lembrar uma música que me ligue a uma pessoa em específico, mas tenho algumas que me fazem lembrar de algumas ou um grupo de pessoas.
    – É uma partida de futebol -> Skank – Sempre que ouço, me remete aos tempos em que a gente acordava domingos de manhã cedo para ir jogar campeonatos de futebol pelos becos da cidade. É importante porque 90% dos meus amigos mais próximos eu conheci graças ao futebol, então sempre me faz lembrar deles.
    – Vou deixar que você se vá -> Nenhum de nós: Ouvi muitas vezes, quando pessoas importantes se distanciaram (seja qual for o motivo).
    – Just We Two (Mona Lisa) -> Modern Talking: era tipo o hino da balada, sempre que tocava, alguém (geralmente a mesma pessoa) puxava a galera pra dançar e fazer uns passinhos, então também faz me lembrar dos amigos
    Droga, fiquei nostálgico agora.
    Ah… vou começar aqui a campanha #FicaThai!

    • Claro que não era pra uma pessoa só! Se esse tipo de coisa mexe com seu coração, tá valendo 🙂

      Obrigado pelo seu comentário e por compartilhar suas emoções. Ficamos felizes.

      #ficathai #foraleandro

  • Yago Azevedo da Silva

    Que episódio sensacional. Pra falar a verdade foi emocionante! Esse tipo de episódio deve ter um alerta para não escutar em ambiente corporativo. Escutei aqui no trabalho e confesso que suor hétero escorreu das minhas vistas, espero que ninguém tenha notado hahahaha.

    • Atenção! Este episódio contém amor. (ainda vale alertar? hahaha)
      Deixa escorrer cara. Chorar de amor é o melhor dos choros.
      Um abraço. Obrigado pelo seu comentário!

      • Yago Azevedo da Silva

        Realmente não ia colar bem um alerta desse.. deixa pra lá kkkkk [#FicaThai]

  • Eric Adan

    Em primeiro lugar, COMO ASSIM FREE FALLING NÃO É DO JOHN MAYER? hahahahah gente, me emocionei com a história da vó da Thai… lembrei das dificuldades passadas pela minha avó e minha mãe. Nada como os sertanejos, mas aqui no Nordeste a vida é um cadim complicada mesmo…

    • Quem é John Mayer na fila do pão quando tem um Tom Petty do lado?
      Ok, eu sei, o Trompete é cantor bem desconhecido mesmo. Ele nunca alcançou o topo do sucesso por aqui, mas isso garante. Eu não conheço outra versão dessa música. Procura-la-ei.
      A história da avó da Thai é aquele exemplo de superação com o qual a gente deve muito aprender. A vida de pobres e miseráveis parece realmente mais dura quando a gente vê com nossos conhecidos (e até a história da música) que vieram do nordeste. Nossa pobreza daqui não tem sede e nem fome. Dói pensar que isto ainda acontece.

      Muito obrigado pela sua audiência e pelo comentário.

  • Gharcia

    Olá Fermata Casters…

    Que reflexão boa esse episódio.
    Eu sempre tenho uma música na cabeça e cada momento remete a alguma música… assim é com as pessoas… mesmo Amizades Virtuais me remete ao Santista que veio me mostrar esse vídeo no Zapzap… Na Vila Madalena, anos atrás…

    Ótimas histórias… grato por elas.

    Abraços e Sucesso.

    • amizades virtuais me remete ao momento solitário que tive em descobrir a música, mas estando em um lugar que eu estava sozinho (como ouvinte de podcast), não tive como compartilhar. A idéia de compartilhar esta música foi do Mantoan. Eu acho uma idéia extremamente feliz por vários aspectos e inclusive pelo naïve. Me remete aos anos 90 na mesma hora, onde fazia sentido o computador bipar. Provavelmente lembrarei dos 3 nas próximas vezes que ouvir.
      Obrigado por compartilhar sua emoção, um grande abraço!

      • Gharcia

        Que comentário sensível…

        Mas parem… não precisa mais tocar ela inteira… por favor…

        Estou com ela na cabeça até hoje… (bipbipbip chamando)

        • Léo Oliveira

          ALGUEM NA LINHA DO COMPUTADOOOOOOOO

          • Gharcia

            Se acredita? É mais uma canção do Massadas!
            O jenio por tras de clássicos como Lua de Cristal e Arco-íris

  • Lohran Bentemuller

    Esse episódio despertou tantos sentimentos, tantas memórias. Qndo baixei o episódio achei q ia ser de música românticas, mas logo fui surpreendido positivamente por uma pauta muito superior. Comecei a buscar na memória q músicas associo a cada amigo, cada patente. Impossível ouvir dire Straits e não lembrar das longas conversas e passeios de carro com meu pai ao som da banda. Lembrei da minha mae ouvindo o amor e o poder nos domingos de manhã. Minha Vo cantando as músicas de igreja. As reuniões com amigos regadas a muita música. Foi gostoso demais trazer todas essas memórias. Muito obrigado pelo episódio, espero que role uma parte 2, foi mto interessante ver cada um de vcs abrindo a alma e se emocionando junto com a gente

    • Fala Bentão!
      A preocupação que tivemos na vitrine e no título do episódio era justamente afastar esta idéia de amor romântico. Mas não foi algo trivial chegar na lista. Na hora que o Leo usa cheat code e coloca umas 30 músicas que lembra o pai dele, fica escancarado isso. Eu poderia colocar umas 500 músicas que lembram meu amigo, por exemplo, uma vez que ele é mais apaixonado que eu por música e me apresentou provavelmente muito mais que 500 músicas. Passamos a adolescência e início da vida adulta falando de música. Achei uma que me lembrava bastante dele e no fim da contas ele nem lembrava do momento (embora ele lembre bem daquela viagem). Vai rolar sim uma parte 2! Só que eu acho que se a gente gravasse hoje e colocasse na fila de episódios sairia no natal de 2018 (o Leo é um editor louco, eu já estou a 3 anos nesse podcast (mentira)).
      Dire Straits também lembra meu pai. O Amor e o Poder lembra dos domingos à tarde onde minha mãe estava cozinhando e a gente vendo silvio santos.
      Me surpreendi de você também lembrar dos seus.

      Um grande abraço!

  • Darley Santos

    Cara, uma música que vale tanto para dentro quanto para fora de casa é Amigos Para Sempre, cantada por Agnaldo Rayol e a Sra. Zizi Possi. Em eventos especiais minha mãe costumava sempre colocar essa música pra tocar, ao passo que eu sempre consegui lembrar de meus amigos em geral escutando ela. Mas queria citar aqui também uma música que me faz lembrar amores (mais que fraternais) vividos e não vividos: I’ve Been Around, do Nathan Jones Group (ou, Banda Dimensão 5).

    • Léo Oliveira

      Faaaalaa Darleyyy

      Maravilhosa musica cara … muito bom mesmo
      Obrigado pelo comentário!

  • Wilken Gandra (Will)

    Sabe aquele cast que logo quando começa vc já pensa que vai escorrer um suor dos olhos? hahahaha As músicas, as histórias, cara que cast bom de ouvir! Já vi que o Eric Adam comentou sobre a versão do Jhon Meyer de Free Fallin e na boa, ela é muito bem executada! A história da avó da Thai me lembrou minha velhinha tbm! Ela veio de Garanhuns, deixou uma filha lá com os pais, conheceu meu avô em Santos, veio morar em Minas, passou por umas duas ou três cidades antes de parar por aqui, sem estudo nenhum, meu avô veio a falecer e deixou ela com 8 filhos pra terminar de criar, e ela com toda força do mundo criou filhos e netos(eu inclusive) da melhor forma que ela pode, trabalhando como Gari aqui na cidade, com ajuda de amigos, e dos filhos que foram começando a trabalhar com o passar do tempo! São muitas histórias que ela e meus tios e mãe passaram que não são necessárias de serem contadas aqui. Hoje ela tem a casinha dela, alguns poucos problemas de saúde, mas nada grave, e inclusive tô com saudades dela. Como ela que me ensinou a ouvir nada menos do que Bezerra da Silva e Zé Ramalho, não posso deixar de indicar um som na voz do Zé que sempre me lembra ela me pedindo pra colocar essa música diversas vezes!

    • Léo Oliveira

      Faaaaalaaa Wiilllll
      Poxa cara, eu realmente fico feliz demais que você tenha gostado desse episódio. É bom demais quando vemos que a aceitação do conteúdo que produzimos é boa. Eu realmente fiquei com medo da galera achar o episódio emotivo demais e nao curtir por isso … mas vendo o quanto vocês curtiram eu fico feliz demais!

      A historia da avó da Thai também me lembrou minha Velhinha. Quando eu gravei esse episódio ela ainda estava viva, mas infelizmente veio a falecer a um mês =/ … mas reouvir esse cast me fez lembrar bastante dela e de umas musicas que ela gostava de cantar quando estava em casa rs

      Excelente história e excelente musica cara … muito bom mesmo
      Difícil não se emocionar com historias desse nível

      Muito obrigado pelo comentário!
      Grande Abraço!

      • Wilken Gandra (Will)

        Vcs tem acertado demais nos conteúdos man! Ouço sempre, mesmo quando não comento. Sobre a sua avó, meus sentimentos cara!
        Grande abraço pra vocês!

  • Jefferson Guimarães

    Galera!!! Difícil não se emocionar!
    Que mulher a vó da Thai.. meu DEUS!!! Ao ouvir isso, ela deve ter se emocionado muito! Eu estava fazendo um lanche num bar enquanto ouvia e tive que disfarçar… rsrsrs

    A história do amigo do Leandro… poltz… fiquei visualizando aqui, e essa música do Tom Petty é demais!!!

    Ei Leo, você que é baixista… demais esse instrumento!!! “o baixo é que faz tremer o chão”!!! Adoro essa frase! Show, a história com a sua família! E a música Fullgás da Marina é linda. Você com certeza já deve ter visto ela com o Liminha no show acústico, né? O baixo é um show a parte!! E você falou do Roupa Nova, já ouviu a versão de “Ando Meio Desligado” com eles? O baixo ali no começo… é sensacional!!!

    Vou deixar uma música aqui que me marcou muito, que é do Phil Collins – You’ll Be In My Heart, me faz lembrar muito da minha filhotinha, de 7 anos. Ela fica no Paraná 830 Km de distância, eu trabalho em São Paulo, então fico nessa loucura de ir e vir. E ficar longe dela é uma facada no peito. Essa música era uma das que eu balançava ela pra dormir quando era bebê. E no finalzinho quando ele canta “Just Look Over Your Shouder… I’ll be There Always”…. isso é muito p.h.o.d.a. !! E eu sempre falo isso pra ela.

    Afe… valeu galera.. emoção a mil!!!

    E a risada da Thai é demais.. adoro!!! 😉