Fermata Tracks #01- Supercombo – Rogério

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Sejam bem-vindos ao nosso primeiro Fermata Tracks! Esse será um novo quadro, um spinoff que tem o objetivo de apresentar para vocês um álbum a cada semana que intercala o Fermata padrão. Cada episódio, um de nós da equipe iremos indicar um disco para você deixando em evidência seus aspectos positivos e negativos, além de destacarmos as melhores faixas.

Para esse primeiro episódio, Léo Oliveira escolheu o álbum Rogério da banda Supercombo lançado em 2016. Ouça e venha conhecer esse trabalho sensacional que o nosso rock nacional está produzindo.

Tempo do Episódio: 00:14:46

Tema: Tracks

Entrem no nosso Grupo no Telegram!

Feeds:



Padrinhos: 
Agatha Gonçalves
Dario Fukichima
Olavo Montenegro
Vanei Anderson
Julian Cantino
Pensador Louco
Willian Lopes

Aonde ouvir?:

Album no Spotify:

Músicas que você ouviu no episódio:

Supercombo – Magaiver
Supercombo – Bonsai
Supercombo – Grão de Areia
Supercombo – Rogério

Musica de Encerramento:

Supercombo – Eutanásia

Redes Sociais:

Facebook / Twitter / Spotify / Instagram

Perfis do  Spotify:

Leo Oliveira / Thai Souza / Leandro Pereira

Perfis do Last.fm:

Leo Oliveira / Thai Souza

Playlists Pessoais:

O que a Thai anda ouvindo
O que o Leo anda ouvindo



Email: fermatapodcast@gmail.com


Participantes: Léo Oliveira
Editor: Léo Oliveira
Arte da Vitrine: Léo Oliveira
Pauta: Léo Oliveira

Leo Oliveira

Músico, baixista, gamer e fã de quadrinhos, além de ser fanático por series e totalmente viciado em filmes. Fã de diretores como David Fincher e Quentin Tarantino, além de totalmente viciado no universo Star Wars e apaixonado pela Terra Media!

  • Darley Santos

    Gostei dessa música, “Eutanásia”. Quem sabe eu procure conhecer mais a discografia dessa banda.

  • William Floyd

    Supercombo é ruim sim… #pas

    • Léo Oliveira

      Ruim é teu rabo
      mas continuo comendo pq gosto de me torturar <3

      • William Floyd

        Tá certo… hahahahaha
        Se não comer um rabo ruim… como vai saber quando comer um bom…