Jamestory – Desfecho [05]

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

-Termine isso logo, Miguel. -Disse Raphael.

-Você sabe que eu não posso fazer isso…

-Sem mim. -Disse uma figura loira, de cabelos curtos que se aproximava segurando seu elmo vermelho.

-Gabriel?! – Exclamaram Miguel, Raphael e Lúcifer juntos.

-Onde você estava esse tempo todo? – Disse Raphael.

-Estava ajudando outros povos. Tudo parecia tranquilo aqui no ultimo milhão de anos.

-Tranquilo? Olhe o tamanho da confusão!

-Por isso eu vim pra cá! Esse canalha ainda está vivo, e agora livre. E só pode morrer com o consenso de nós três.

Miguel saiu de cima de Lúcifer, mas aponta a lança para seu coração.

Raphael encosta a lâmina da foice em sua garganta e Gabriel impõe suas mãos.

-Adeus irmão. Você fez muita besteira. – Disse o anjo loiro.

Lúcifer vira cinzas em alguns segundos e sua essência não é mais sentida.

-Acabou. Finalmente. – Comentou James.

-Vamos para casa. Chega de perigo por hoje. Nosso filho morreu uma vez e quase foi morto uma segunda vez, James.

-Vamos sim. De volta a vida normal. Se Deus nos permitir.

Os anjos fora do castelo bradavam a vitória aos quatro ventos. Milhares de corpos jaziam em toda parte. A maioria demônios, mas muitos anjos pereceram.

-Vamos fechar essas dimensões. Quem ficar no plano, não sai mais.

-Tem razão, irmão. – Disse Gabriel, sobre a ideia de Miguel.

-Um pouco de paz. Amém. -Disse Raphael.

-Agora podemos voltar às nossas funções de arcanjo? -Perguntou Gabriel.

-Devemos. O Senhor ficará exultante. Aliás, venha cá meu filho. Estive no Sétimo céu hoje mais cedo, e o Senhor me disse que há um cargo vago na hierarquia celeste. Que tal ser o novo arcanjo guerreiro?

-O que? Eu? Isso é sério?

-É sim.

-Mas e você?

-Bom, preciso ocupar o lugar que meu irmão deixou ao se rebelar. Mas precisava primeiro achar alguém merecedor de ocupar meu cargo. E você se provou bom o suficiente. Amanhã vou apresentá-lo aos seus novos subalternos.

-Isso quer dizer que eu moro aqui neste plano agora?

-É isso mesmo.

-Mas e minha família?

-Nem tudo nesse cargo são flores. Você é imortal agora. Digo, só eu e meus irmãos em acordo podemos tirar sua vida. Ou o Senhor, claro. Quem tudo dá, tem o direito de tudo tirar. Se um dia Deus achar que o propósito deste universo se cumpriu… Bem, não entenda errado, não é como se ele fosse destruir no sentido ativo, como uma criança destrói um castelo de areia na praia. O poder de Deus mantém o universo existindo. Seria algo mais no sentido passivo, de retirar a força sustentadora, e então tudo simplesmente deixa de existir. Entendeu?

-Sim, é bastante complicado entender algumas coisas sobre Deus. Mas creio que entendi.

-Amém, filho!

-Mas você não me respondeu direito. Eu sou imortal. E minha família?

-Deus é bom o tempo todo. Eles morarão aqui também. Não se preocupe. Agora vá buscar meu neto, preciso conhece-lo melhor.

Jamestory – Mauricio Martins

Mauricio Souza

Católico, Escritor, Músico & Compositor, RPGista, Universitário, Membro do CLJ e Bad Joke Guy