Life is Strange – Resenha

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Não é novidade que a Telltale popularizou o jogo em capítulos. E esse novo jeito de se lançar jogos foi abraçado pelas empresas indie como se não houvesse amanhã.

E eis que aprece Life is Strange. Lançado em 2015, LiS como é popularmente conhecido, causou um burburinho ao mostrar a história da jovem Max Caulfield de um jeito bastante peculiar.

Max é uma estudante de fotografia de 18 anos que, ao presenciar um evento traumático, descobre a habilidade de voltar no tempo a qualquer momento. No decorrer da história, ela também descobre as consequências dos seus atos.

No início havia uma tempestade. No meio da aula de fotografia, ela sonha com uma tempestade destruindo sua cidade, Arcadia Bay, local que se passa todo o jogo. E para impedi-la, o jogador tem que pesar bem as suas decisões e consequências delas.

Dividido em 5 episódios, a aventura gráfica em terceira pessoa envolve o jogador na vida das pessoas da cidade, colocando a protagonista em diversas situações que se desdobram dependendo da decisão tomada no momento, utilizando sempre o recurso principal, a viagem no tempo.

A atenção aos detalhes é primordial e, principalmente aos diálogos. Eles mostram a personalidade de cada personagem e ajudam o jogador a decidir qual linha seguir.

Life is strange é um jogo com alguns plot twists e decisões bastante interessantes. Mostra problemas sérios enfrentados por jovens no mundo inteiro, dando a oportunidade para você agir na situação e ver quais seriam as consequências de seus atos. Além disso, tem uma premissa interessante e personagens bem construídos.

Além da Max, a Chloe tem muita influência na história, quase como uma co-protagonista, ela acompanha Max na jornada para descobrir quando e porque a tempestade destruirá a cidade e se há alguma forma de evitar. Mas Chloe também tem seus motivos pessoais para acompanhar Max, aproveitando o dom da amiga de infância em prol de descobrir o que aconteceu com Rachel.

Deixei algumas coisas em aberto para não dar spoiler. Atenção aos detalhes é mandatório nesse jogo. No mais, boa diversão!

O jogo está disponível para PlayStation 3, PlayStation 4, Xbox One, Xbox 360 e PC.

Um prelúdio chamado de Life is Strange: Before the Storm foi lançado em 31 de agosto de 2017.

  • Darley Santos

    Amei esse jogo, de coração! Como ainda estou na geração passada de games, dono de um PS3, torço pra que lancem “Life is Strange Before the Storm” também para essa geração passada, pois da mesma forma que LiS rodou os outros também podem rodar, ora bolas… Assim como o vindouro LiS 2…

    • Ticiana Valle

      LiS é lindo demais! E tão importante pelos assuntos tratados!
      Espero que lancem mesmo, mas qq coisa, sempre tem o PC 😉

  • Nathanael Amorim

    Review curta e objetiva, parabéns. Não dá pra falar muito do jogo, já que qualquer informação pode estragar a experiência. É um jogo que tem que ser jogado e aproveitado sem interferências externas. Viva a sua história e se emocione com ela. Ficaria feliz se pudesse fazer uma review do Before the Storm. Abraços

    • Ticiana Valle

      Obrigada! Tentei ao máximo passar a experiência do jogo sem estraga-la para quem ainda não jogou.

      Pode deixar que assim que lançarem todos os capítulos, farei sob Before The Storm!