Lote Piloto 41 – Morrer Dignamente

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Feed do Lote Piloto,  SoundCloud e Itunes. Só clicar em cima dos nomes que vocês serão devidamente direcionados para o lugar correto.

Ok, é só usar uma linha reta de raciocínio que essa descrição do episódio sai:

Ela sentiu saudade
Ela me ligou
E por telefone ela chorou chorou
Ela sentiu saudade
Ela quer voltar
E por telefone eu vi ela chorar

Ela chorou de amor
De que que ela chorou
De que que ela chorou
Ela chorou de amor.

Twitter @Lhvazz twitter.com/Lhvazz
Facebook Lhenrique002 www.facebook.com/Lhenrique002
Página do Lote Piloto no facebook www.facebook.com/LotePiloto/

 

 

 

Luiz Henrique

Bom dia mesmo que de noite pessoas! Meu nome é Luiz Henrique, e se quiser saber mais sobre mim... Escuta o Lote Piloto! Também conhecido como o melhor podcast do mundo. Conhecido por 3 pessoas, que são familiares e não entenderam bem o que é um podcast. "-É tipo uma rádio né?! - É sim vó!"

  • Tem toda razão, em tudo o que disse.

    Ser salvo portando cuecas indignas por ser tão ruim quanto, ou pior, que morrer frito no banheiro do trabalho e ser encontrado como uma pururuca servida na privada. As pessoas têm que manter o nariz empinado e a cueca sem mancha de cu, em qualquer hipótese. Sempre.

    Ótimo episódio, abração. 8)

    • Luiz o Henrique

      Pensador 1 versículo 3 : As pessoas têm que manter o nariz empinado e a cueca sem mancha de cu, em qualquer hipótese. Sempre.

      Levarei para a vida!

  • Tiago Ramos Melo

    A vida é uma caixinha de surpresas, não se sabe como nós vamos partir pro céu ou pro hell, mas uma morte cabulosa ou normal vamos ter, questão de sorte e da situação. Até lá em baixo!

    • Luiz o Henrique

      Até!

  • Darley Santos

    A morte é a única certeza do homem natural hahah! Cara, em jogos de FPS já encontrei muitos mortos em posição indigna, vários soldados naquela posição “pai de família”… Mas sério, tem uns tipos de morte que não têm sentido algum, tipo ser atacado por uma fera selvagem e ser comido até ficar só os restos… Sério, não há profundidade semântica, sentido ulterior nem narrativa digna alguma nisso!!!

    • Luiz o Henrique

      Cara, mas acho até razoável ser comido por um animal selvagem.
      Tosco mesmo é morrer tento um AVC depois de espirrar na mesa do jantar.