Onde se encontram as canetas

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Eu tenho um problema, e isso é culpa da minha mãe: sou louca por ver minhas coisas organizadas. Não que meu quarto sempre esteja limpo e organizado, não é isso. Mas só fico em paz quando ele está. Tenho algumas pequenas manias de organização que podem te deixar meio assustado, por isso só imaginem que eu sou ligeiramente organizada.

Mas organização, pra mim, é um estado de espírito. Sinto que, mesmo que as coisas ao redor na minha vida estejam desmoronando, ao entrar no meu quarto arrumado e bonitinho, tenho uma fortaleza onde emana a certeza de que tudo vai ficar bem. Quando anoto o que tenho que fazer no dia seguinte, não me atraso. Quando coloco na minha agenda que preciso marcar um café com algum amigo, não falho…

Por outro lado, se eu estou perdida, com a vida zoneada, com prioridades trocadas, sem saber o que tenho que fazer depois, toda essa zona se reflete materialmente no meu quarto, no meu guarda-roupas, na minha escrivaninha, na minha bolsa e principalmente no meu estojo.

Digamos que o meu estojo é o meu limitante, meu aviso de que as coisas estão zoneadas demais. Porque, pense comigo, todos os seus itens do dia-a-dia podem se alocados em diferentes lugares – sua chave pode estar no bolso, na bolsa, perdido no guarda roupas ou no chaveiro; o cartão do banco pode estar na carteira, no bolso da sua calça, na mochila ou dentro de algum livro; seus óculos (ah, estes são espíritos livres)… Mas suas canetas só podem estar dentro do estojo! Não tem mais nenhum lugar correto que elas podem chamar de lar.
Então quando minhas canetas começam a sumir, abro meu estojo e só tem papel de trident e post its velhos, sei que é hora de parar tudo e recomeçar – reescrever, reagendar, reprogramar… Tirar um tempo pra gastar em planejamentos, respirar e então seguir em frente. Isso aconteceu semana passada. Comprei canetas novas, limpei meu estojo, joguei fora o lixo desnecessário, e o guardei na mochila. Pronto, depois disso – uma nova pessoa!

E as suas canetas, por onde andam?

Até dia 05 e, se mantenham zoneados (mas não muito). Beijinhos sabor café ☢

Thai

Projeto de cientista, bookworm e - essencialmente - Nerd. Escrevo, leio muito, assisto séries, muitos filmes, tento estudar as vezes, pc gamer sem muito talento, um pouco de quadrinhos, grande vício em desenhos animados e durmo quando dá. Sou um Pegasus nas horas vagas, uma hipérbole ambulante e meu super-poder é que 70% do meu organismo não é água – é café.