Resenha: Chesapeake Shores

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Sabe quando você tem um amigo que sempre te ouve e assiste o que você indica? Pois bem, ele postou que adorou Shesapeake Shores. Daí pensei em conferir a série porque os elogios eram ótimos e olha, eu gostei bastante! Era o que eu precisava para dar uma refrescada e me divertir.

Chesapeake Shores estreou há pouco na NETFLIX com 10 episódios, e foi exibido em Outubro de 2016 pelo canal a cabo Hallmark Channel. A série foi adaptada da trilogia de livros do mesmo nome da autora Sherryl Woods e publicado pela editora Harlequinn Books.

 Um pouquinho da sinopse: Abby O’Brien Winters retorna à Chesapeake Shores quando recebe um telefonema apavorado de sua irmã Jess, que renovou a encantadora pousada em Eagle Point. A cidade Maryland, que seu pai construiu, tem muitas lembranças tristes e Abby, graças à sua carreira exigente, divórcio e filhas gêmeas pequenas, não teve tempo de sobra para ajudar. Salvando o negócio da família, significa lidar não só com a sua família fraturada, mas também com Trace Riley, o homem que ela deixou há dez anos. Trace inicialmente coloca um obstáculo, mas torna-se um aliado inesperado e uma segunda chance de encontrar o amor. Baseado na série de livros de Sherryl Woods.

A série para mim é uma mistura das séries Everwood com Seven Heaven. Muitos filhos, cada um com seu problema, vovó une tudo, pai ausente, mãe fujona e por aí vai. Só que a história é envolvente, a cidade te encanta e quando você pisca está no episódio 10.

É impossível não se apaixonar pela série e por cada um dos seus personagens. Foram 10 episódios que poderiam ser 22, e mesmo assim seria pouco. Após o sucesso da série foi confirmada uma segunda temporada que tem previsão de estreia nos Estados Unidos para julho de 2017.

A trilha sonora da série também é apaixonante, não conhecia a maioria das músicas. Escute e entre no clima!

Fabiana Murray

Uma obra faraônica em construção. Feminista, Host do Alias e do Pílulas de Beleza, Aspirante a escritora, Cinéfila, Seriaholic, Humanas com Miçanga, Netflix sempre aberto nas séries, fã das mulheres mais empoderadas da telinha e das telonas e claro, sempre no mundo da lua!

  • Rafaela Ravaiane Silva Cruz

    tava precisando de algo novo pra ver mesmo, obrigada! Vc brilhou! irei assistir !

    • Fabiana Murray

      Obrigada pelo comentário e assiste sim que vai amar!

  • Lucas Pereira

    só acho 9 epi

    • Fabiana Murray

      não entendi

  • Gabriela Paparati

    Será que vamos ter a 3° temporada?

    • Fabiana Murray

      Olha não sei, mas a emissora lucra bastante com a netflix já que todas as séries estão na netflix nos USA e estão vindo para o Brasil que é o mercado 2 da netflix, etão creio que vão enxugar o máximo disso.