Resenha de Quadribol através dos séculos.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Quando comprei os três clássicos de Harry Potter nem acreditei no preço. Paguei R$14,90 com o frete! Quando chegou meu filho abduziu os livros e falou que depois me devolvia. Foi me entregando um por um e adorou os três.

Como já avisei a cada mês farei uma resenha de cada um dos 3 livros. E essa é a segunda resenha e na frase deixei o link dos contos de Beedle, o Bardo para você ler.

Sinopse: Se você algum dia quis saber como surgiu o pomo de ouro ou por que o time dos ‘Vagamundos de Wigtown (Wigtown Wanderers) tem a estampa de um cutelo de açougueiro no uniforme, você precisa ler Quadribol através dos séculos (Quidditch Throught the Ages). Esta edição limitada é uma cópia do exemplar guardado na Biblioteca Escolar de Hogwarts e consultado por jovens fãs do quadribol quase diariamente.

Quadribol Através dos Séculos é dividido em dez capítulos, os quais abordam desde a evolução da vassoura, o surgimento do quabribol, os tipos de bola, os times de quadribol e outros esportes do mundo bruxo. É interessante observar a evolução de um esporte, são feitas várias mudanças até chegar ao que se é conhecido hoje.

A primeira vista esse é apenas mais um livrinho escrito por J. K. Rowling para arrecadar mais dinheiro com sua criação, mas não. Primeiro, toda a renda obtida com esse e outros dois livros derivados da saga Harry Potter é revertida para a Comic Relief, uma instituição inglesa que promove a justiça social e luta para combater a pobreza. E segundo por que ele é realmente muito bem idealizado, ou seja, a autora se esforçou muito para deixá-lo com cara de um livro que realmente saiu da biblioteca de Hogwarts.

Uma das partes mais interessantes é a descrição da evolução da vassoura usada para jogar o quadribol, explicando por que o uso desses objetos e não de tapetes voadores, que já seriam comumente utilizados em alguns países da Ásia. Tudo o que envolve uma partida de quadribol é citado nesse livro: as regras que regem as partidas, a função de cada jogador e a história de cada posição dentro do campo, o surgimento e a evolução das bolas do jogo e algumas estatísticas como a partida mais demorada, o maior placar e o time com mais números de vitória.

Para os fãs da série Harry Potter, o livro é imprescindível, pois ele transporta o leitor não só para dentro da história esporte, mas também para o universo de Hogwarts desde a primeira página, onde existe um formulário geralmente usado em bibliotecas para marcar o nome do aluno que emprestou o livro e a data da devolução do mesmo, além de instruções da bibliotecária.

Uma outra curiosidade são os times de quadribol pelo mundo. Sabia que existem times na América do Sul? Segundo Whisp, Argentina e Brasil são bons, mas não são os melhores times da região. Qual será o melhor?

Quadribol Através dos Séculos é uma obra incrível. É bom ver o mundo que a J. K. Rowling criou, de que maneira o dispôs para nós, e de certa forma ele interagir com a nossa realidade. Eu indico esse livro para quem já leu Harry Potter para entender mais sobre quadribol.

Fabiana Murray

Uma obra faraônica em construção. Feminista, Host do Alias e do Pílulas de Beleza, Aspirante a escritora, Cinéfila, Seriaholic, Humanas com Miçanga, Netflix sempre aberto nas séries, fã das mulheres mais empoderadas da telinha e das telonas e claro, sempre no mundo da lua!