Resenha Gifted

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Gosto muito do Chris Evans. Mais do que famoso por ser Capitão América, Evans já provou ser bom ator (no drama Código de Honra, onde interpreta um talentoso advogado viciado em drogas), e até um promissor diretor (em sua estreia na direção, com o romance Before We Go). Novo filme que estreou dia 12 de Abril nos USA do competente diretor Marc Webb (500 dias com ela, O espetacular Homem-Aranha), Chris Evans faz o sisudo Frank Adler, um trabalhador dedicado a consertar barcos em uma cidade costeira na Flórida e cuida de Mary (McKenna Grace), sua sobrinha de sete anos de idade. Frank adotou-a após o suicídio de sua irmã quando Mary era apenas um bebê.

O filme começa no primeiro dia de Mary na escola, porque até agora Frank a educou em casa, mas quer que a menina a conheça as crianças de sua idade e socialize e sua professora Bonnie (Jane Slate), descobre que a menina é um gênio da matemática. Junto a diretora da escola, Bonnie oferece à Frank uma bolsa para sua sobrinha em uma escola para crianças dotadas, a que ele se recusa.

A melhor coisa sobre este filme é a química entre seus atores, em especial Grace e Chris Evans. A melhor cena do filme são eles ao anoitecer discutindo a existência de Deus, em uma conversa filosófica misturada usando Mary e Frank como seu edifício pessoal. Octavia Spencer como uma vizinha que adora a menina, enquanto Jane Slate na pele de Bonnie funciona como a consciência metafórica do público, debatendo entre o direito de Mary para viver uma vida regular versus alavancando seu talento.

Menção honrosa para o gatinho Fred, um simpático ruivinho bicolor caolho que em uma cena curte uma praia numa boa! Queria que os meus passeassem igual a ele.

Uma boa e sólida produção do gênero, Gifted é um drama de bom coração, de narrativa comum, mas enriquecida com senso moral e permeada por bastante delicadeza e aura comovente, valorizada por um elenco bastante acima da média, e um Chris Evans mais uma vez mostrando que pode ser o protagonista de qualquer tipo de filme. Boa pedida!

Gifted ainda não recebeu título nacional e estreou nos USA dia 12 de Abril, e também não tem previsão de estreia nos cinemas brasileiros.

Agora devem estar curiosos de como eu vi o filme? Vi por aí! Abaixo, o trailer:

Fabiana Murray

Uma obra faraônica em construção. Host do Alias, Aspirante a escritora, Cinéfila, Seriaholic, Humanas com Miçanga, Netflix sempre aberto nas séries, fã das mulheres mais empoderadas da telinha e das telonas e claro, sempre no mundo da lua!