Resenhas filmes Barry (Netflix) e Michelle & Obama.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Resolvi postar essas resenhas para fechar com chave de ouro o mandato do presidente dos USA Barack Obama. Sairam dois filmes sobre parte de sua história e farei a resenha dos dois filmes.

 

O filme “Barry”, uma produção independente que narra a juventude do presidente dos Estados Unidos Barack Obama. O filme teve um custo de pelo menos 5 milhões de dólares para poder ser exibido pela Netflix, o que é um grande ganho para a produção, que teve um orçamento baixo e é estrelada por um ator desconhecido.

Segundo o site Deadline Hollywood, quem dá vida ao jovem Obama é o ator Devon Terrell, que estreou já com elogios. Durante o Festival de Toronto deste ano, a Netflix comprou os direitos.

O filme se passa durante os estudos dele em Ciências Políticas na Universidade de  Columbia, New York e o seu namoro com uma garota branca Charlotte, além das suas dúvidas sobre ser negro ou branco. Ele experimenta as duas realidades e mostra um Obama achando seu caminho depois da morte do pai. No filme aparece sua mãe Ann, que é branca e o leva da noite de Thanksgiving para ver um filme brasileiro, Orfeu Negro. O filme é ótimo e mostra o posicionamento de Obama e tomando as rédeas de sua vida.

Já o filme Michelle e Obama, acompanha Barack Obama (Parker Sawyers), calouro da Faculdade de Direito de Harvard. Ele arruma um emprego temporário em um escritório de Chicago. Lá, fica sob as ordens da jovem advogada Michelle Robinson (Tika Sumpter), por quem se apaixona. Certo dia, a advogada finalmente aceita o convite do estagiário para sair e os dois visitam um museu, fazem uma longa caminhada e terminam o dia de verão assistindo ao filme Faça a Coisa Certa, de Spike Lee, lançado em 1989.

O enredo creio eu, foi muito inspirado no estilo da trilogia Antes do AmanhecerAntes do Por do Sol e Antes da Meia-Noite, de Richard Linklater. O longa passa por uma conversa filosófica dos dois acertando seus pontos fracos. Achei o longa ótimo e audacioso contando a vida de um pré presidente, se baseando em fatos reais e mostrando a identidade de cada um e como se completam. Foi um acerto os dois protagonistas, mas só ele se parece com Obama, a triz não se parece fisicamente com Michelle, mas dá o tom certo da personalidade dela.

Michelle e Obama transforma seu conhecimento sobre Obama e faz dele um jovem doce, sexy e lisonjeiro. O filme é mais uma declaração do que uma crítica e deve ser tomado como um romance mais do que por propaganda partidária. É um longa que, através dos assuntos que toca, irá humanizar as pessoas reais por trás da ficção e das notícias da mídia internacional.

Vale a pena assistir, é bem fofo.

Fabiana Murray

Uma obra faraônica em construção. Host do Alias, Aspirante a escritora, Cinéfila, Seriaholic, Humanas com Miçanga, Netflix sempre aberto nas séries, fã das mulheres mais empoderadas da telinha e das telonas e claro, sempre no mundo da lua!