Sala Imaculada, hq da Gail Simone para a Vertigo (18+)

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Salve, salve, seres humanos e criaturas extradimensionais sinistronas.
Hoje eu quero falar de uma hq da qual eu não sabia nada, mas comprei, mesmo assim, por que a capa é linda e é escrito pela Gail Simone… e por ser da Vertigo também. O nome da revista é Sala Imaculada, Clean Room no orginal.

 

Sala Imaculada

 

Sala Imaculada saiu aqui no Brasil naquele formato encadernado de capa cartão, com as edições Clean Room #1 a #6.

A história começa com um cara enlouquecendo e acelerando o carro contra uma família. A filha fica hospitalizada gravemente ferida, o filho morre, e o cara maluco é espancado até a morte por transeuntes.

No futuro temos uma jornalista chamada Chloe Percy que tenta se suicidar depois de presenciar o suicídio do esposo. Depois de se reabilitar ela começa a investigar uma autora de auto ajuda que seu marido seguia.

 

 

Depois da experiência de quase morte, pós-suicídio, Chloe começa a ver coisas, criaturas estranhas que existem paralelamente a nós nesse mundo. Todas as pistas da morte do seu marido levam a uma mulher chamada Astrid Muller.

Astird Muller é uma guru de auto ajuda e sua organização, a Fundação Mundo Sincero, está ligada a várias mortes ao redor do mundo.

Astrid apresenta a Chloe o seu tratamento na Sala Imaculada. Uma sala totalmente branca e hermeticamente selada onde ela ministra uma espécie de tratamento experimental de confrontação de medos em seus seguidores.

 

 

Isso tudo acontece até a edição 2. Depois disso a história começa a ficar ainda mais confusa, mas ainda sim muito interessante. Astrid também enxerga e parece estar travando uma guerra secreta contra toda uma raça de criaturas extradimensionais que têm planos perversos para as pessoas do nosso mundo.

Existem assassinos estranhos. Pessoas super treinadas que trabalham para a organização de Astrid. A mídia caindo em cima quando um ator famoso que a seguia morre. E Chloe se vê no meio de tudo isso e de uma conspiração que não entende.

 

O que eu achei?

Se você não gosta de violência gráfica, fique longe dessa hq! Se você tem problemas com nudez também. Tem um personagem viciado em nudez e tem gente pelada por toda a hq. Essas são as únicas dica que eu posso dar.

Se você gosta de Vertigo. Gosta de histórias com muita morte, umas paradas sobrenaturais e sangue voando para todo o lado, essa é uma hq para você.

A arte está espetacular e o roteiro da Gail Simone está fantástico. É uma história que te recompensa nos momentos certos. El te deixa o tempo todo com um “gostinho de quero mais”, mas não te deixa perdido sem entender nada. Tem uma trilha que você pode seguir para entender essa bagunça que é a história.

Excelente hq. Com certeza vou comprar as continuações.

 

 

Roteiro: Gail Simone
Arte: Jon Davis-Hunt
Cores: Quinton Winter e Jon Davis-Hunt

Se quiser comprar, tem a hq na Amazon.

Então é isso. HQ excelente. Gostei para caramba! Recomendo.
Se já leu, ou se ficou interessado, deixe sua opinião aqui nos comentários.
Compartilhe esse post.
Um abraço.
E tchal.

vulto

"Depois de mim sou eu."

  • Rodolfo Batista Ribeiro Ramos

    Eu li e também achei demais! Um prato cheio para fãs da Vertigo como eu!